Visto D7 – Rendimento/Reformado

Nacionalidade Portuguesa Vistos de residência

A quem se aplica?

Este visto é destinado a brasileiros que estão reformados ou que possuem algum rendimento no Brasil.
Em relação aos rendimentos, estes podem ser de bens móveis, imóveis, propriedade intelectual ou de aplicações financeiras.

Requisitos necessários para solicitar o visto D7:

  • O requerente deve possuir os rendimentos mínimos, previstos na lei, que possibilitam a sua residência em Portugal;
  • Os requisitos mínimos devem ser garantidos por um período superior a 12 meses;
  • Deve dispor do comprovativo de envio dos rendimentos para Portugal;
  • O rendimento mínimo necessário varia de acordo com a quantidade de pessoas que compõem o agregado familiar do requerente:
    • Primeiro adulto (requerente): 100% do salário mínimo vigente (705€) = 8.460€/ano – ou seja, 60 mil reais/ano aproximadamente;
    • Segundo adulto: 50% do salário mínimo vigente (352,50€) = 4.230€/ano;
    • Cada criança e jovens com idade inferior a 18 anos e maiores a cargo do requerente: 30% do salário vigente (211,50€) = 2.538€/ano.

Obs.: Valor de salário mínimo vigente em 2022.

Os portadores do visto D7 poderão usufruir do Estatuto de Residentes não Habituais, o que permite que o cidadão seja isento de tributação relativa a esses rendimentos ou pensões, obtidos fora de Portugal, desde que já tenham sido tributados em seu país de origem.

Porquê morar Em Portugal?

Portugal está entre os destinos mais procurados
para quem deseja morar na Europa, proporcionando oportunidades
para quem deseja migrar para o país de forma legal e com
a segurança que o país proporciona.

Nacionalidade Portuguesa Vistos de residência

A obtenção de autorização de residência é fundamental para um cidadão que queira fixar a sua residência (temporária ou permanente) em Portugal, e assim usufruir  de todas as condições que a autorização de residência pode oferecer a um cidadão estrangeiro.

A obtenção da autorização pode ocorrer para o exercício de atividade profissional dependente ou independente, para atividades de investimento (Visto Gold), para imigrantes empreendedores (Startup Visa), para estudantes ou para efeitos de reagrupamento familiar.

Contudo antes de obter a autorização de residência, é fundamental que obtenha o seu visto de residência, o qual destina-se a permitir-lhe a sua entrada em território português a fim de solicitar a autorização de residência.

O visto de residência é válido para duas entradas em território português e habilita o seu titular a nele permanecer por um período de quatro meses.


Fique a conhecer cada um dos vistos existentes, de forma a garantir que depois estará em condições de solicitar a sua autorização de residência!

Fale connoco e saiba qual o visto
que melhor se adequa à sua situação

Como vamos trabalhar?

1. Análise inicial

  • Análise da sua situação e avaliação se você tem direito à nacionalidade portuguesa.

2. Orientação para obtenção de documentos

  • Procedemos a uma orientação sobre os documentos que iremos necessitar da sua parte e como os poderá obter
  • Esta fase é crítica e fundamental antes da realização do pedido.

3. Análise da documentação

  • Receção e análise da documentação. Após reunida e aprovada a documentação daremos seguimento ao passo seguinte.

4. Entrada e acompanhamento

  • Entrada do pedido junto da entidade respetiva, de acordo com o seu processo.
  • O acompanhamento é realizado de uma forma transparente e always on, dado que poderá consultar a evolução do mesmo na sua área de cliente e interagir diretamente com o seu advogado.

5. Conclusão do processo

  • Informação da conclusão do respetivo processo e dos próximos passos que deverá realizar

Área privada do cliente


Vantagens da área de cliente

Porquê trabalhar connosco?

Atendimento personalizado

Menor burocracia

Vamos simplificar ao máximo o seu processo, reduzindo a burocracia, mas sem perder nenhum detalhe do seu caso

Processo

Os pedidos são feitos via conservatórias portuguesas. Vamos selecionar a melhor opção para o seu caso.

Transparência

Nossos preços são 100% transparentes e não vamos cobrar nada além do combinado na etapa do fechamento.

Conhecimento & Notícias

Vistos de residência – o que mudou para Portugal em 2022

Vistos de residência – o que mudou para Portugal em 2022

A Lei n.º 18/2022, de 25 de agosto, que entrou...
Representante fiscal em Portugal – quando é e quando não é obrigatório

Representante fiscal em Portugal – quando é e quando não é obrigatório

O representante fiscal é a pessoa que, em Portugal, é...

Agende a sua Marcação

Está com dúvidas se você tem direito e como conseguir a Cidadania Portuguesa? Agende uma videochamada (atendimento para qualquer lugar do mundo) e receba uma consultoria de qualidade com especialistas com vasta experiência em concessão da Cidadania Portuguesa.